Confusão generalizada nas eliminatórias da Semana da Pátria

Confusão generalizada no complexo Dom Eliseu: torcedores paralisaram com manisfestação e desordem uma partida antes do seu final.

Neste último dia (20) quinta feira, a quadra de esportes superlotou de torcedores e expectadores para mais uma noite de eliminatórias. Tudo ocorria na maior anormalidade possível, se não fosse alguns fatos polêmicos ocorrido na partida entre as equipes da águia vermelho x super taça.

Os integrantes do time do super taça reclamaram de um possível erro da arbitragem no seu segundo gol sofrido, segundo eles uma cobrança de lateral indevida. Para agravar ainda mais a situação, dois atletas do seu coletivo foram expulsos no segundo tempo da partida, fato que transtornou uma boa quantidade de torcedores e expectadores presentes na quadra.

Os torcedores num gesto desagradável de insatisfação, lançaram dezenas de latinhas de refrigerante e cerveja por toda extensão da quadra, nos árbitros, policiais e jogadores presentes. O jogo foi finalizado antes do seu tempo normal, digamos que um considerável número de torcedores presentes no complexo ficaram de pé em manifestação a falta de organização e conduta dos profissionais de arbitragem do jogo.

O que podemos avaliar mediante a situação ocorrida naquela noite, enquanto espectador do acontecimento é:

Lição 1: Avaliar a profissionalização e formação continuada da arbitragem;

Lição 2: Contingente da polícia militar e guardas municipais insuficiente. Se porventura, fosse causado uma desordem generalizada mais grave, o número de policiais e agentes municipais não era suficiente para que a segurança no local fosse mantida;

Lição 3: Vendas de cerveja e refrigerante dentro do complexo, além do desconforto gerado pelas pessoas alcoolizadas, os objetos "latinhas" viraram armas nas mãos de quem causou desordem;

Lição 4: Rever as punições do regulamento da competição, garantir que elas sejam mais severas, e que sejam aplicadas aos atletas e dirigentes;

Lição 5: Priorizar e garantir a segurança para quem vai assistir os jogos;

Lição 6: Planejar e avaliar o evento. Será que acontecimentos como esse é exemplo de civismo e esporte, objetivo qual o evento se destina.

Lição 7: Educação e Cidadania nota "ZERO" para quem causou desordem. Um mau exemplo para famílias, crianças, senhores e senhoras presentes no complexo. Se temos nossos direitos e reivindicações, vamos fazer isso de maneira saudável, sem desordem.


Simples comentário: “Será que é tão difícil “reproduzir” o que já é tradicional, e que todos os anos acontece”

Até mais!

Um comentário:

Anônimo disse...

Estive lá nesta noite e, como muitos, pude viver a total descredibilidade dos nossos organizadores deste evento, que é de longe, o maior evento "cívico" de nosso Estado, no entanto, companheiro, já era de esperar, a mesmice de sempre, haja vista o fiasco que foi o verão em nossa querida Pérola. Ha! Vamos ter uma inovação, a escolha da Garota Semana da Pátria, organizada por um desconhecido forasteiro, que teve seu nome por diversas vezes anunciado no dia deste fiasco. Será presságio???

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Imprimir/Salvar em pdf

ESCREVA NO MURAL

Seja bem vindo(a)! Fique a vontade para deixar o seu recado.