Açai: uma preciosidade na mesa do paraense

Assim como o combustível, o açai também vem sofrendo reajustes abusivos. A fruta genuinamente paraense, está custando caro no bolso do consumidor. Os reajustes chegam a 50% de alta no valor do litro comercializado na grande capital e interior do estado. Um dos carros chefes da culinária paraense e também na cultura e economia do estado, ele é rico em ferro, e substitui tranquilamente uma refeição.

Esse abusivo valor é por causa do período da entressafra, segundo levantamento feito pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese) em feiras, pontos comerciais e supermercados, o litro do açaí grosso pode ser vendido por até R$ 26. Já em alguns pontos de bairros da grande capital como o Umarizal o preço está em torno de R$ 18 a 14.

Em Bragança, município localizado no nordeste do estado, encontramos pontos de vendas que chegam a comercializar o litro a R$ 12 reais. Fica a dica ao povo bragantino e paraense em geral que teremos que driblar o alto preço e recorrer a outras opções de alimento, frente a grande fartura de opções de alimentos que a feira livre nos disponibiliza. Só lembrando que o peixe também não é uma boa opção quando se fala de economia, ele também vive momentos de alta.

Portanto, aos bragantinos e paraenses! Vamos economizar, mais sempre prezar por uma boa alimentação..

Abraços,

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Imprimir/Salvar em pdf

ESCREVA NO MURAL

Seja bem vindo(a)! Fique a vontade para deixar o seu recado.